sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

#22 O Olhar de Sophie

Título: O Olhar de Sophie
Título Original: The Girl You Left Behind
Autor: Jojo Moyes
Editor: Porto Editora
Nº de Páginas: 452
PVP: 17,70€

Sinopse: "Somme, 1916. Sophie vive numa vila ocupada pelo Exército alemão, tentando sobreviver às privações e brutalidade impostas pelo invasor, enquanto aguarda notícias do marido, Édouard Lefèvre, um pintor impressionista, que se encontra a lutar na Frente. Quando o comandante alemão vê o retrato de Sophie pintado por Édouard, nasce uma perigosa obsessão que leva Sophie a arriscar tudo - a família, a reputação e a vida.

Quase um século depois, o retrato de Sophie encontra-se pendurado numa parede da casa de Liv Halston, em Londres. Entretanto, Liv conhece o homem que a faz recuperar a vontade de viver, após anos de profundo luto pela morte prematura do marido. Mas não tardará que Liv sofra uma nova desilusão - o quadro que possui é agora reclamado pelos herdeiros e Paul, o homem por quem se apaixonou, está encarregado de investigar o seu paradeiro…

Até onde estará disposta Liv a ir para salvar este quadro? Será o retrato de Sophie assim tão importante que justifique perder tudo de novo?"

A Minha Opinião:

Existem aqueles livros que mal se acaba de ler se escreve uma crítica facilmente. E existem aqueles que acabamos de ler, fechamos o livro, olhamos para a capa e absorvê-mos a história. Este livro enquadra-se perfeitamente no segundo tipo de livros descrito em cima. E não pensem que este é apenas mais um romance no mercado porque não é! Conheci Jojo através do seu romance mais conhecido "Viver Depois de Ti" segundo para "Viver Sem Ti". Fiquei fã e decidi ler este e não estou arrependido.

Sophie é uma jovem rapariga que vive, com os irmãos, numa pacata aldeia do Norte de França ocupada pelos alemães durante a Primeira Grande Guerra. Ela e a irmã, Hélène, são proprietárias do Le Coq Rougue, um pequeno hotel que em tempos era muito conhecido mas, neste momento, pouco mais consegue servir do que uma caneca de café. Depois de perder o seu marido que foi enviado para combater na guerra, a única coisa que lhe resta é um quadro seu pintado pelo marido. O seu hotel é tomado pelas forças alemãs e reparando que o Kommadant do grupo é um grande admirador do seu quadro ela vê aí uma pequena esperança de reencontrar o seu marido.

Quase um século depois Liv é uma jovem viúva que mora numa grande mansão de vidro mas que na verdade não tem dinheiro para a pagar. Uma noite decide ir até um bar e encontra Paul, um ex-polícia que de momento está encarregue de recuperar obras de arte perdidas. O charme de Paul seduz Liv e os dois começam a sair até que, uma noite, os dois se envolvem. Mas, para desgosto de Paul, o quadro que este anda à procura, o retrato de Sophie, encontrasse na parede de Liv e Paul vai ter de escolher entre a mulher que ama ou o trabalho que tanto preza.

Com muitas reviravoltas, "O Olhar de Sophie" é um livro fantástico e de todos os que li até agora de Jojo Moyes este é, sem dúvida o meu favorito. Quero muito ler os restantes livros da escritora e espero que a Porto Editora continue com a publicação dos mesmos.

Classificação do livro: 10/10




4 comentários:

  1. Jojo Moyes é uma autora que queria conhecer mais livros. Ótima resenha.

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Primeiro ponto: que capa linda, meu Deus!!
    Não sei se esta seria das histórias que mais iria gostar, não parece fazer muito o meu género, mas a verdade é que há vários meses ando curiosissima para ler esta autora de que toda a gente fala e ainda nem um livro dela comprei!

    ResponderEliminar
  3. Olá, tudo bem??

    Da Jojo eu só li como eu era antes de você e, apesar de ter gostado, achei que esse livro me cativaria ainda mais
    Não conhecia esse título dela, só vi os que foram publicados pela intrínseca, vou dar uma pesquisada agora!

    Adorei a resenha! Conseguiu transmitir muito bem o quanto você gostou. Espero gostar assim também haha

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Eu gostei da forma que você escreve, hehehe..Mas o tema do livro não sei, parece-me soturno demais...Beijos

    ResponderEliminar